ISO 9001
Sistema de Gestão da Qualidade

A implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade representa a obtenção de uma poderosa ferramenta que possibilita a otimização de diversos processos dentro da organização. Além destes ganhos, fica evidenciada também a preocupação com a melhoria contínua dos produtos e serviços fornecidos. Certificar o Sistema de Gestão da Qualidade garante uma série de benefícios à organização. Além do ganho de visibilidade frente ao mercado, surge também a possibilidade de exportação para mercados exigentes ou fornecimento para clientes que queiram comprovar a capacidade que a organização tem de garantir a manutenção das características de seus produtos.

Normas ISO:

A ISO (International Organization for Standardization) é a maior organização não-governamental do mundo que desenvolve e edita Normalizações Internacionais. É uma rede dos institutos nacionais de normalização de 157 países, um membro por país, com uma Secretaria Central em Genebra, Suíça, que coordena o sistema. Como "International Organization for Standardization" teria diferentes siglas em diferentes idiomas ("IOS", em Inglês, "OIN", em francês), seus fundadores decidiram dar-lhe um nome de acordo com seu propósito. Foi escolhido "ISO", derivado do grego isos, que significa "igual". Seja qual for o país, seja qual for a língua, a forma abreviada do nome da organização é sempre ISO.

Veja aqui os requisitos atendidos na gestão da ISO 9 001

Módulo de Planejamento

  • Cadastros (Empresas, Estabelecimentos, Funcionários, Usuários, etc)
  • Mapa de Processos
  • Legislação e Outros Requisitos
  • Objetivos e Metas

Módulo de Implementação e Operação

  • Documentos
  • Operacional (Calibração, Ordem Serviço, Controle Programas)
  • Recrutamento e Seleção
  • Treinamento
  • Comunicação (Reclamação Cliente, Caixa sugestões, Condições Inseguras, etc)

Módulo de Medição e Monitoramento

  • Medição / Monitoramento do Desempenho
  • Inspeção Programada
  • Satisfação de Clientes
  • Auditoria
  • Melhorias

Módulo de Análise Crítica

  • Análise Crítica

ISO 14001
Sistema de Gestão Ambiental

O aumento crescente da consciência ambiental e a escassez de recursos naturais vêm influenciando cada vez mais as organizações a contribuírem de forma sistematizada na redução dos impactos ambientais associados aos seus processos. A Conformidade do sistema com a ABNT NBR 14001 garante a redução da carga de poluição gerada por essas organizações, porque envolve a revisão de um processo produtivo visando a melhoria continua do desempenho ambiental, controlando insumos e matérias-primas que representem desperdícios de recursos naturais. Certificar um Sistema de Gestão Ambiental significa comprovar junto ao mercado e a sociedade que a organização adota um conjunto de práticas destinadas a minimizar impactos que imponham riscos à preservação da biodiversidade. Com isso, além de contribuir com o equilíbrio ambiental e a qualidade de vida da população, as organizações obtêm um considerável diferencial competitivo fortalecendo sua ação no mercado.

Normas ISO:

A ISO (International Organization for Standardization) é a maior organização não-governamental do mundo que desenvolve e edita Normalizações Internacionais. É uma rede dos institutos nacionais de normalização de 157 países, um membro por país, com uma Secretaria Central em Genebra, Suíça, que coordena o sistema. Como "International Organization for Standardization" teria diferentes siglas em diferentes idiomas ("IOS", em Inglês, "OIN", em francês), seus fundadores decidiram dar-lhe um nome de acordo com seu propósito. Foi escolhido "ISO", derivado do grego isos, que significa "igual". Seja qual for o país, seja qual for a língua, a forma abreviada do nome da organização é sempre ISO.

Veja aqui os requisitos atendidos na gestão da ISO 14001

Módulo de Planejamento

  • Cadastros (Empresas, Estabelecimentos, Funcionários, Usuários, etc)
  • Mapa de Processos
  • Aspectos ambientais
  • Legislação e Outros Requisitos
  • Objetivos e Metas

Módulo de Implementação e Operação

  • Documentos
  • Operacional (ASO, Calibração, EPI/Uniforme, Ordem Serviço, Controle Programas)
  • Aquisição
  • Recrutamento e Seleção
  • Treinamento
  • Comunicação (Reclamação Cliente, Caixa sugestões, Condições Inseguras, etc)
  • Emergência

Módulo de Medição e Monitoramento

  • Medição / Monitoramento do Desempenho
  • Inspeção Programada
  • Auditoria
  • Incidentes
  • Melhorias

Módulo de Análise Crítica

  • Análise Crítica

ISO 45001
Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional

Este sistema tem por objetivo assegurar o bom cumprimento de procedimentos e cuidados que venham a garantir o gerenciamento dos riscos de saúde e segurança em uma organização. Também neste caso, nota-se certa pressão da sociedade para que as organizações ajam de maneira que sejam evitados acidentes ou condições inseguras com seus colaboradores. Trabalhando com base nesses princípios, a organização consegue também a geração de mais qualidade e produtividade dos empregados e de seus processos fabris. Tendo todos estes procedimentos funcionando, a Certificação do Sistema da Segurança e Saúde Ocupacional serve ainda para mostrar, tanto para os fornecedores quanto para os consumidores, o grau de seriedade do trabalho de uma organização.

Normas ISO:

A ISO (International Organization for Standardization) é a maior organização não-governamental do mundo que desenvolve e edita Normalizações Internacionais. É uma rede dos institutos nacionais de normalização de 157 países, um membro por país, com uma Secretaria Central em Genebra, Suíça, que coordena o sistema. Como "International Organization for Standardization" teria diferentes siglas em diferentes idiomas ("IOS", em Inglês, "OIN", em francês), seus fundadores decidiram dar-lhe um nome de acordo com seu propósito. Foi escolhido "ISO", derivado do grego isos, que significa "igual". Seja qual for o país, seja qual for a língua, a forma abreviada do nome da organização é sempre ISO.

Veja aqui os requisitos atendidos na gestão da ISO 45001

Módulo de Planejamento

  • Cadastros (Empresas, Estabelecimentos, Funcionários, Usuários, etc)
  • Mapa de Processos
  • Perigos e Riscos
  • Legislação e Outros Requisitos
  • Objetivos e Metas

Módulo de Implementação e Operação

  • Documentos
  • Operacional (ASO, Calibração, EPI/Uniforme, Ordem Serviço, Controle Programas)
  • Recrutamento e Seleção
  • Treinamento
  • Comunicação (Reclamação Cliente, Caixa sugestões, Condições Inseguras, etc)
  • Emergência

Módulo de Medição e Monitoramento

  • Medição / Monitoramento do Desempenho
  • Inspeção Programada
  • Auditoria
  • Incidentes
  • Melhorias

Módulo de Análise Crítica

  • Análise Crítica

Norma Regulamentadora - 01
Disposições gerais e gerenciamento de riscos ocupacionais

A NR-01 tem por objetivo estabelecer as disposições gerais, o campo de aplicação, os termos e as definições comuns às Normas Regulamentadoras relativas à segurança e saúde no trabalho e as diretrizes e os requisitos para o gerenciamento de riscos ocupacionais e as medidas de prevenção em Segurança e Saúde no Trabalho.
As NR são de observância obrigatória pelas organizações e pelos órgãos públicos da administração direta e indireta, bem como pelos órgãos dos Poderes Legislativo, Judiciário e Ministério Público, que possuam empregados regidos pela Consolidaçã das Leis do Trabalho

GRO:

(GRO) Gerenciamento de riscos ocupacionais
O gerenciamento de riscos ocupacionais deve constituir um Programa de Gerenciamento de Riscos – PGR, ambos devendo ser implementado por estabelecimento. A critério da organização, o PGR pode ser implementado por unidade operacional, setor ou atividade. O PGR deve contemplar ou estar integrado com planos, programas e outros documentos previstos na legislação de segurança e saúde no trabalho.

Copyright © Segure | template by Colorlib